Oncológica do Brasil
Home Notícias Setembro Verde alerta para conscientização do câncer de intestino
Setembro Verde

Setembro Verde alerta para conscientização do câncer de intestino

Por Comunicação - em 02/09/2020 467 Visualizações
IMG

Considerado o terceiro tipo de câncer mais frequente em homens (após próstata e pulmão) e o segundo entre as mulheres (após o câncer de mama), o câncer colorretal é um tumor que acomete o intestino grosso (subdividido em cólon e reto). Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), a cada ano, há 34.280 novos casos de câncer colorretal, dois quais 15.415 se encaminham para óbito. Ao todo, 16.660 homens e 17.620 mulheres são diagnosticados todo ano com a doença.

É justamente para alertar sobre as formas de prevenção e diagnóstico dessa doença que a Oncológica do Brasil realiza anualmente a campanha Setembro Verde.

A médica gastroenterologista e hepatologista Dra. Dauana Bastos, staff da Oncológica do Brasil unidade de Diagnóstico Batista Campos, reforçou que o diagnóstico e a prevenção é feito através do exame de colonoscopia, um exame de endoscopia realizado através do intestino mediante um preparo prévio.

“O exame de colonoscopia permite não só o diagnóstico precoce do câncer, mas realmente contribui para uma prevenção no momento que pode diagnosticar lesões benignas na face interna do instestino e que podem ser removidos durante o próprio procedimento endoscópico”, explicou.

Apesar de ser altamente prevalente em indivíduos a partir de 65 anos, nota-se também o avanço nos registros de crescimento do quadro entre os jovens. Recomenda-se o início do monitoramento preventivo da doença, por meio do exame colonoscopia, aos 50 anos. Se houver histórico na família, esse rastreamento deve ser iniciado antes, de acordo com a recomendação do coloproctologista.

Fatores de risco

São muitos os fatores de risco, entre eles, destacamos:

– mais 50 anos;
– histórico familiar;
– pólipos intestinais (adenomatosos);
– histórico pessoal de outros tipos de câncer;
– obesidade;
– sedentarismo;
– doenças inflamatórias do intestino;
– alcoolismo;
– tabagismo;
– alto consumo de carnes vermelhas;
– baixo consumo de frutas, verduras e legumes.
 
Sintomas

Os sintomas do câncer de intestino podem variar de acordo com o tamanho e a localização do tumor. Os mais comuns são:

– dor ou desconforto abdominal (cólicas e sensação de estufamento);
– fraqueza e/ou anemia;
– perda de peso;
– náuseas e vômitos;
– mudança na rotina intestinal (diarreia ou constipação);
– sangramento anal ou nas fezes;
– dor ao evacuar e sensação de que a evacuação nunca é completa;
– aumento do volume abdominal.
 
Os sintomas são mais facilmente observados nos casos avançados, por isso não é indicado esperar o surgimento deles para realizar os exames preventivos. Todas pessoas com mais de 50 anos devem realizar a prevenção do câncer de intestino.

Prevenção

Eliminar fatores de risco, como alcoolismo, tabagismo, sedentarismo e manter uma dieta rica em vegetais frescos, cereais integrais e proteínas magras é a melhor forma de prevenir o câncer de intestino.

Tratamento

Como qualquer tipo de câncer, o tratamento depende do estágio em que a doença é diagnosticada. Basicamente, é feita a retirada dos tumores e o tratamento multidisciplinar, que pode envolver quimioterapia e/ou radioterapia.
 

Compartilhar:

Comentários