Oncológica do Brasil
Home Notícias Campanha reforça importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama
Notícia

Campanha reforça importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama

Por Comunicação - em 14/10/2020 167 Visualizações
IMG

Um alerta para a importância de prevenir e de diagnosticar precocemente o câncer de mama. Essa é a mensagem da Campanha do Outubro Rosa 2020, lançada pela Oncológica do Brasil desde o ínicio do mês de outubro. Neste ano, o slogan da campanha é “PREVENÇÃO  uma prova de amor pela sua vida” e utilizou como modelos pacientes e colaboradoras no intuito de aproximar o público.

A campanha chama a atenção das mulheres para importância da prevenção, da detecção precoce da doença, de fazer o autoexame e procurar atendimento médico quando aparecer um possível sintoma do câncer de mama. A estimativa do Instituto Nacional do Câncer, vinculado ao Ministério da Saúde, é que, em 2020, sejam registrados 66.280 novos casos de câncer de mama em mulheres no Brasil. Além do câncer de mama, a campanha alerta para outros assuntos importantes para a saúde da mulher como a preveção do Câncer de Colo do Útero. 

Enquanto as doenças de mama, ovário e corpo do útero são mais comuns entre mulheres acima de 50 anos, o câncer do colo do útero é mais frequente entre as mulheres jovens. Ele é também mais possível de ser prevenido. 

Em relação ao CA de Mama, a doença pode ser detectada em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando a possibilidade de tratamentos menos agressivos e com maiores taxas de sucesso. A recomendação do Ministério da Saúde é que as mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento, exame realizado quando não há sinais nem sintomas suspeitos, a cada dois anos.

A redução de risco e o diagnóstico precoce da doença seguem sendo os principais fatores para reduzir a mortalidade por câncer. Segundo o INCA, é possível reduzir em 28% o risco de uma mulher desenvolver câncer de mama a partir da adoção de alguns hábitos. Entre eles estão:

  • Praticar atividade física regularmente;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Não fumar;
  • Ter o peso corporal adequado;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas;
  • Evitar uso de hormônios sintéticos em altas doses.

O médico oncologista clínico Dr. Luis Eduardo Werneck, pesquisador e presidente da Oncológica do Brasil, chama atenção para a importância do diagnóstico precoce  que possibilita que as chances de cura sejam muito maiores para a paciente, chegando a 95%. "Infelizmente, quanto mais avançado for o estágio do câncer de mama no momento em que a doença é detectada, ou seja, quanto mais tarde a doença for diagnosticada e tratada, essa chance de cura vai ficando menor.", ponderou o médico.

Por isso, é preciso que as mulheres conheçam seu corpo e suas mamas, estejam atentas a qualquer alteração que possa indicar uma anormalidade e procurem um médico imediatamente caso identifiquem alguma suspeita Além disso, deve-se realizar os exames de mamografia periodicamente.

 

Compartilhar:

Comentários