Notícias

Cuidados ao paciente oncológico: conheça os principais sintomas de infecção

9 de agosto de 2018

Pode acontecer de pessoas que estão em tratamento contra o câncer passarem por processos infecciosos causados por bactérias, fungos ou vírus.

Essa condição é extremamente grave para os pacientes, devido à possibilidade de ocorrer o comprometimento de funções vitais de seus órgãos (sepse).

Como qualquer outra infecção, irão surgir sintomas como febre, calafrios, diarreia e vermelhidão no corpo. Mas esses sinais podem não ser tão evidentes ou típicos de infecções. As contaminações podem provocar também dores de ouvido, congestão nasal e ardência ao urinar.

A febre acima de 37,8 °C é o principal sintoma, principalmente se durar duas horas ou mais. Para esses casos, a recomendação é avisar o médico, que, se achar necessário, irá encaminhar o paciente para o hospital. É importante lembrar que a febre também pode gerar sintomas como mal-estar e calafrios.

Outro indicativo de um quadro de infecção são os vômitos e as diarreias. Caso esses sintomas surjam, o paciente pode tentar amenizar inicialmente com repouso, hidratação e alimentação adequada, mas não deixe de procurar ajuda médica o mais rápido possível, evitando complicações sérias para sua saúde.

Inchaços ou vermelhidão no corpo podem causar confusão porque podem tanto ser uma reação aos medicamentos usados durante a quimioterapia como um efeito da presença de micro-organismos responsáveis pelos quadros de infecção. Para esses casos, é fundamental que o paciente fique atento aos sintomas associados, como os citados anteriormente e, se houver a suspeita de infecção, mais uma vez: busque ajuda médica imediatamente.

Além disso, dores de ouvido, de garganta e nos seios da face, em conjunto com tosse persistente (com ou sem secreção) e congestão nasal com secreção amarelada e esverdeada são sintomas característicos de gripes causadas por vírus. E, se a doença consegue debilitar o organismo de uma pessoa saudável, imagine o impacto que pode ter em um paciente com câncer? Só o médico poderá indicar os procedimentos necessários para esses casos. A vacinação pode ser uma alternativa eficaz, mas não deve ser realizada sem o consentimento do profissional.

Por fim, o paciente deve ficar atento a sintomas como ardência ao urinar e/ou micções frequentes em quantidades pequenas, sintomas comuns de quadros de infecção. Fraqueza súbita e tonturas, com consequente queda de pressão arterial, pode ser sinal de que o quadro está mais avançado. Por isso, em quaisquer desses casos, não hesite em buscar ajuda médica o mais rápido possível.

Curta nossa página no Facebook! Voltar