Notícias

Inca quer esclarecer mitos e verdades sobre o Câncer

12 de fevereiro de 2017

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) lançou campanha que busca esclarecer os mitos e verdades sobre a doença. Entre outras questões, o instituto aborda temas como os fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento de um tumor maligno e a prevenção dos casos mais comuns no país, como o câncer de pele.

De acordo com o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), cerca de 70% dos pacientes com tumores de bexiga tratados no centro tinham histórico de tabagismo — um dos principais fatores de risco para a doença. Dos pacientes tratados com esse tipo de tumor, 50% tiveram diagnóstico tardio, sendo o sangue na urina o sinal clínico mais importante, manifestado em 88% dos casos.

Dados do Icesp apontam ainda que cerca de 30% dos pacientes com câncer na orofaringe (boca, garganta e faringe) que passaram por operação podem ter desenvolvido o câncer em decorrência do papiloma vírus humano (HPV). O Instituto recebe, em média, 1.200 novos casos cirúrgicos dessa doença por ano. De total de pacientes atendidos pela unidade de Cabeça e Pescoço, 11% tiveram ou ainda têm dependência alcoólica — 95% dos pacientes com esse perfil são homens.

Curta nossa página no Facebook! Voltar