Notícias

Oncológica do Brasil participa de workshop sobre o uso do Keytruda

6 de agosto de 2018

A Oncológica do Brasil que foi pioneira em fazer o uso do Keytruda, não poderia deixar de comparecer ao workshop Top Keytruda que aconteceu em São Paulo nos últimos dias 03 e 04 de agosto, equipe composta por seus oncologistas Dr. Luis Eduardo Werneck, Dr. Rubem Conde e Dra. Marcella Mesquita (Unidade Doca), e ainda a oncologista e hematologista Dra. Kalysta Borges (Unidade Tapajós em Santarém), participaram do evento buscando expandir seus conhecimentos com novas possibilidades de uso do medicamento. O workshop a fim de atualizar os profissionais para o uso da medicação em casos de câncer de pulmão.

Para o Dr. Rubem Conde, “O workshop atingiu o objetivo que foi mostrar a segurança da combinação com a químioterapia, mostrou grande benefício no tratamento do Câncer de Pulmão avançado, proporcionando maior período livre de progressão e redução do risco de morte. Portanto, mudando, para melhor, a evolução dessa doença” explicou o médico

Como funciona o Keytruda?

A substância ativa do Keytruda, o pembrolizumab, é um anticorpo monoclonal (um tipo de proteína) que foi concebido para reconhecer e bloquear um recetor denominado PD-1. Alguns tumores que produzem uma proteína que se associa à PD-1 para inibir a atividade de certas células do sistema imunitário (as defesas naturais do organismo), impedindo-as de atacar o tumor. Ao bloquear o PD-1, o pembrolizumab impede o tumor de inibir a atividade dessas células imunitárias, aumentando assim a capacidade do sistema imunitário para matar as células cancerígenas.

#oncológicadobrasil #mudandoomundo

Curta nossa página no Facebook! Voltar