fbpx

Notícias

Tratamento do câncer e suas terapias complementares

5 de março de 2018

Tratamento do câncer possui uma série de tipos de tratamento já conhecidos, como a quimioterapia. Para complementar estes processos, tratamentos complementares são de extrema importância.

A fisioterapia tem uma importante função no tratamento dos pacientes com câncer. O profissional fisioterapeuta trabalha para que no decorrer da doença, ou dos seus tratamentos (quimioterapia, radioterapia, procedimentos cirúrgicos e outros), os sintomas físicos não se manifestem de maneira tão agressiva no paciente.

Os recursos fisioterápicos permitem uma variedade de técnicas e condutas para alcançar tais benefícios, tanto na sintomatologia como na qualidade de vida dos pacientes. Considerando a multidimensionalidade dos sintomas apresentados, a necessidade de identificar o tratamento mais adequado e a insuficiência da terapêutica medicamentosa em alguns casos, verifica-se que nas últimas décadas houve um aumento na busca por terapias que complementam os tratamentos convencionais prescritos.

As técnicas complementares não devem ser confundidas com as terapias alternativas, que são entendidas como práticas que substituem o tratamento convencional, trazendo sérios riscos à saúde do paciente. Abaixo, apresentamos algumas terapias complementares realizadas pela fisioterapia que já possuem comprovação científica.

ACUPUNTURA

A acupuntura é um conjunto de técnicas da medicina tradicional chinesa que compreende a utilização de agulhas em pontos reflexos que tenham a propriedade de restabelecer o equilíbrio, alcançando desta maneira resultados terapêuticos. Sua ação envolve a alteração da circulação sanguínea e a regulação e normalização das funções orgânicas, promovendo no paciente oncológico o relaxamento muscular, diminuindo espasmos, inflamações, náuseas, dores decorrentes do tratamento e outras comorbidades que possam interferir na melhora da qualidade de vida do paciente

AURICULOTERAPIA

Denominada também de acupuntura auricular, a auriculoterapia é o tratamento de doenças por meio da aplicação de agulhas ou demais matérias, como esferas de ouro ou cristais na orelha, visto que a superfície desta região tem ligação com várias partes do corpo por conta da teoria do feto invertido, atrás da medicina tradicional chinesa há diversos pontos reflexos que estimulam diversos órgãos do corpo melhorando o funcionamento do organismo. As doenças podem ser tratadas através de pontos auriculares correspondentes. A auriculoterapia tem sido utilizada em pacientes oncológicos no tratamento de dores e efeitos colaterais pós-operatórios, como ansiedade, insônia, náuseas e vômitos.

VENTOSATERAPIA

A terapia com ventosas tem sido usada há milhares de anos. Embora frequentemente associada com a medicina tradicional chinesa, diversas culturas conheciam e usavam esse tipo de tratamento. As ventosas são cúpulas das quais se retira o ar, gerando vácuo, com o objetivo de aumentar a circulação em uma área específica. A ventosa, segundo a medicina tradicional chinesa, tem a propriedade de limpar o sangue das toxinas acumuladas no organismo. Nos pacientes com câncer, as ventosas são utilizadas no alívio de dores musculares, para a melhora do sistema circulatório em lombalgias e hipertensão arterial.

 

Curta nossa página no Facebook! Voltar